Siarom Selopreih
A vida é poesia efêmera,  que pereniza a nossa história.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos

Aquela estrela
Aquela estrela
Não estava ali
Eu sei que não
Eu não a vi

Olhei atento
Contentei-me
Com o que senti

Pode dizer
Que estou louco
Mas aquela estrela
Não estava ali

Perspicaz
Ao máximo, detalhista
Todas as constelações
Anotei na lista
E com certeza, analista
Aquela estrela não estava ali

A estrela estava ali
Tu é que não estavas aqui
E sendo assim
Fica o dito pelo não dito
O feito pelo não feito
O telescópio com defeito será devolvido
E receberás outro novo, novo, novinho
E se não vires aquela estrela, onde agora ela está
É porque o aparelho não sabes usar

Pode pensar o que quiser
Que sou louco varrido
Talvez cego de ouvir
Mas que aquela estrela estava ali
Ah, isso não estava mesmo

Pode falar, chorar, cantar, sorrir
Mas aquela estrela não estava ali
Siarom Selopreih
Enviado por Siarom Selopreih em 13/06/2007
Alterado em 13/06/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site www.hierpoles.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários